top of page

Segredos que não te contam sobre sinastrias de sucesso


Segredos que não te contam sobre sinastrias de sucesso | Márcia Fervienza Astrologia | Rio de Janeiro

Quando entramos num novo relacionamento, a primeira coisa que desejamos saber é se ele se tornará uma união significativa e duradoura. A pergunta é: "Que tipo de impacto terei sobre esta pessoa?" Embora não haja garantias, há cinco contatos em sinastrias (entre os planetas de ambos os mapas) que eu acredito serem fortes indicativos de que um relacionamento sério se desenvolverá e será duradouro. Nem todos os cinco precisam estar presentes, mas quanto mais aspectos houver, mais forte será a atração entre duas pessoas.


1. Quando o regente do mapa de um faz aspecto com o regente do mapa do outro


O signo do ascendente representa a interação de uma pessoa com o mundo exterior. O planeta que rege o ascendente (o regente do mapa) mostra como eles expressam essa interação, e uma conexão entre os regentes do mapa de duas pessoas é um gancho forte que os aproxima.


Digamos que Marcela tenha o ascendente em Câncer e Patrícia tenha o ascendente em Libra. Se a Lua de Marcela (regente de Câncer) fizer aspectos com a Vênus de Patrícia (regente de Libra), haverá uma espécie de "reconhecimento" imediato entre elas. Se os aspectos forem "fáceis" (conjunção, trígono ou sextil), podemos inferir que a maneira emocional de Marcela se apresentar ao mundo será facilmente compreensível para Patrícia, e que Patrícia ficará encantada à primeira vista com Marcela. Aspectos desafiadores, como a quadratura ou oposição, podem indicar que de repente a Patrícia acha a Marcela retraída, mas intrigante, e que a Marcela pode se sentir intimidada (ainda que encantada) pela sociabilidade de Patrícia. Dependendo do restante dos seus mapas, elas podem ser capazes de contornar os aspectos difíceis (ou não), mas a questão é que elas notariam e desejariam saber mais um sobre o outro com esse primeiro indicativo.


2. Contatos entre o Sol


O Sol representa ego e identidade. Se os planetas de Patrícia fizerem aspectos com o Sol de Marcela, podemos dizer de cara que sua identidade está envolvida no relacionamento. Digamos que o Plutão de Patrícia esteja em conjunção com o Sol de Marcela: ela experimentará Patrícia como uma força transformadora (e provavelmente controladora) em sua identidade. Mas se nenhum dos planetas de Marcela fizerem aspecto ao Sol de Patrícia, ela provavelmente sentirá que não tem impacto sobre quem ela é. Isso não é um obstáculo, mas definitivamente resultará em um relacionamento desequilibrado.


Agora, digamos que a Lua de Marcela esteja em quadratura ao Sol de Patrícia. Suas respostas emocionais vão entrar em conflito com o ego dela (ela pode pensar que a outra é uma “covarde” em determinadas situações, por exemplo), mas ainda assim causará um impacto em sua identidade. Dependendo de seu signo solar, ela pode achar a fricção de suas respostas emocionais estimulantes ou irritantes - provavelmente as duas coisas. Mas o resultado final é que cada um toca o eu essencial do outro.


3. Sobreposições planetárias envolvendo as casas de água


As casas de água são nossas portas de entrada para as emoções, e são tradicionalmente regidas pelos signos de água (Quarta Casa = Câncer; Oitava Casa = Escorpião; Décima Segunda Casa = Peixes). Se alguns planetas de Marcela caírem na Quarta Casa de Patrícia, ela ativará seus problemas de infância. Dependendo dos planetas envolvidos, ela pode lembrar a Patrícia de seu pai, o que a fará se sentir segura na presença de Marcela, se seu pai tiver sido uma referência bacana. Se o pai dela era abusivo, no entanto, Marcela vai experimentar um conjunto totalmente diferente de reações, mesmo que ela seja a pessoa mais legal que ela já namorou.


E se os planetas de Marcela caindo na Oitava Casa de Patrícia? Ela provavelmente despertará profundas inseguranças e questões relacionadas à sexualidade dela. A maneira como esses problemas são tratados entre elas depende do restante dos seus mapas. Patrícia pode descobrir que ela sente repulsa física por Marcela ou se sentir obsessivamente atraída por ela. Estar perto de Marcela pode desencadear seus problemas de controle, o que a leva a fazer terapia e lidar com eles de uma vez por todas. O ponto é que o impacto de Marcela em sua Oitava Casa vai transformar Patrícia.


Observe que embora a pessoa do planeta sinta algum efeito, geralmente é a pessoa da casa (a pessoa que recebe a energia planetária) que experimenta a força total da sobreposição.


Se o(s) planeta(s) de alguém cair na Décima Segunda Casa de seu parceiro, eles podem desencadear medos subconscientes e a liberação de energia profundamente criativa ou espiritual.


Mas a única coisa que todas as casas de água têm em comum é que são subjetivas. Se alguém ativar a(s) casa(s) de água de seu parceiro, a pessoa da casa achará muito difícil recuar e ser racional.


Obviamente, é preferível que essas sobreposições de casa sejam mútuas. Do contrário, digamos que em seis meses elas decidam seguir caminhos separados: provavelmente, Patrícia (que tinha casas de água ativadas por planetas de Marcela) estará arrasada, porque este parecia um dos relacionamentos mais significativos de sua vida. E Marcela, por outro lado, achou o relacionamento divertido, lamenta ter magoado Patrícia, mas conseguirá seguir em frente rapidamente.


Conjunções ao Fundo do Céu (ou Casa 4)

Levando as sobreposições da casa de água um passo adiante, a cúspide da Quarta Casa é o coração do mapa. Se a Quarta Casa representa a infância e o lar, o Fundo do Céu é o ápice dessa energia concentrada. Quaisquer aspectos de planetas com o Fundo do Céu de um parceiro terão um impacto, mas uma conjunção é o mais intenso e, quando se trata de estabelecer uma conexão íntima, quase inestimável.


Se o Júpiter de Marcos, por exemplo, formar conjunção com o Fundo do Céu de Rafael, ele terá um efeito expansivo e edificante sobre ele. Ele se sentirá imediatamente à vontade para falar sobre sua infância e vai querer convidá-lo a conhecer sua casa/sua família. Ele também pode considerá-lo um guia ou professor em relação a questões familiares. É possível que ele também amplie quaisquer problemas existente que ela tenha sobre seu peso, como distúrbios alimentares ou medo de abandono. Mas as chances são de que se ele falar com ele sobre isso com Marcos, ele será receptivo e apoiará.


Mas e se o Urano de Marcos estiver em conjunção com o Fundo do Céu de Rafael? Ele pode desencadear todos os problemas acima (e revelar alguns dos quais ele nem estava ciente) de uma forma abrupta que Rafael considerará libertadora ou chocante. A formação deles pode ser radicalmente diferente, mas pode ser a lufada de ar fresco de que ele precisava. Ele pode nunca se sentir bem com ele, mas definitivamente não lhe será indiferente.


Contatos de Saturno sobre os planetas ou ângulos pessoais

Apesar da atração inicial e das emoções profundas, Marcela e Patrícia não deram certo como casal. Rafael e Marcos, no entanto, continuam firmes e fortes. Porque? Rafael e Marcos têm contatos significativos de Saturno entre eles. Sem esses contatos, os parceiros não sentiriam nenhuma razão para se comprometerem. Os mais potentes são os contatos com os planetas pessoais do outro (Sol, Lua, Mercúrio, Vênus, Marte) ou as cúspides de sua Primeira, Sétima, Quarta ou Décima casa (os Ângulos). Os contatos de Saturno entre os planetas geracionais (Urano, Netuno e Plutão) ainda serão sentidos, mas não em um nível pessoal.


O Saturno de Marcos faz trígono com a Lua de Rafael. Ele se sente responsável por suas necessidades emocionais e Rafael sente que pode contar com ele. Seria útil (mas não essencial) que o Saturno de Rafael também fizesse aspectos com um dos planetas pessoais de Marcos (ou um de seus ângulos) para que o senso de responsabilidade não fosse unilateral. Digamos que seu Saturno esteja em quadratura com seu Marte: ele pode agir como uma figura de autoridade e Marcos pode respeitá-lo, mas também se sentir restringido por ele. Mesmo sendo um aspecto desafiador, ainda assim dará ao relacionamento poder de permanência. Além disso, o Saturno de Rafael poderia estar em conjunção com a cúspide da Décima Casa de Marcos (Meio do Céu). Rafael se sentiria responsável por sua carreira ou imagem pública (ele pode até ser seu chefe). Este não é um contato romântico, mas cria um sentido de compromisso entre os parceiros em uma área de suas vidas. E dá a eles uma razão para ficarem juntos, oferecendo outro uma relação emocional / sexual / profissional com base para crescer. Se seu Saturno estivesse em trígono com sua cúspide da Sétima Casa (descendente), ele seria um parceiro leal e confiável. Esses não são aspectos sexy ou excitantes, mas sem eles seria muito difícil desenvolver um relacionamento.


Obviamente, esta não é uma lista exaustiva, pois há muitos, muitos outros aspectos e camadas que contribuem para um relacionamento significativo. Mas estes são alguns ganchos que une as pessoas, "a cola". No entanto, na minha opinião, estes são alguns dos mais importantes e é muito raro que pelo menos um deles não esteja presente em um relacionamento significativo de longo prazo.

1 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page