top of page

Oi! Quanto tempo... :-)


Oi! Quanto tempo... :-) | Márcia Fervienza Astrologia | Rio de Janeiro

Você veio aqui para ler o que eu tenho a dizer sobre Astrologia. Eu sei. Essa página é sobre isso.


Mas eu me senti inspirada a escrever um pouco sobre o que tem sido a minha jornada pessoal nos últimos meses.


O ano de 2022 foi tão importante de tantas maneiras. Diz o meu psicólogo que eu fiz tanto progresso... (jura, Bruno?)


E embora não seja nesta frente que eu sinta todo o meu crescimento, a nível pessoal e profissional, esse ano foi realmente significativo.


Eu me superei de tantas formas e a vida me presenteou de tantas outras, que em algum momento eu precisava parar pra fazer esse balanço.


Há 3 anos eu venho tendo depressão sazonal. Sim, entre janeiro e março, nos meses de inverno aqui na Filadelfia, fica difícil levantar da cama, acordar, atender pessoas... eu já não sabia mais como lidar com isso. Somente esse ano descobri do que se tratava. E não fiz nada pra tratar disso diretamente. Ao invés disso, passei dois meses e meio no Brasil no meio do ano, com a minha família, e voltei pra casa renovada para me dedicar as minhas atividades pessoais.


Também esse ano lancei um curso que não achei que lançaria nunca – meu Curso de Formação em Astrologia. Nunca pensei que lançaria algo assim porque existem tantos cursos desse no mercado, que eu não via a necessidade de lançar o meu, mesmo sendo fortemente encorajada por alunos e clientes. Até que conheci alguém – também esse ano – que me ofereceu um curso de tarot em troca do lançamento do meu curso de astrologia. Ela queria aprender astrologia e tinha que ser comigo. E assim, quase carregada no colo, ou levada pela mão, nasceu meu curso.


Quando fui ao Brasil aproveitei para fincar raízes lá, comprando um espaço para mim. E, de quebra, fui a Argentina por uns dias e também marcamos território lá.


No meio do caminho, e da viagem, descobri que ia ser avó. Avó!!! Eu, que no inicio do ano estava sofrendo com a síndrome do ninho vazio – duas filhas criadas e fora de casa, vivendo suas vidas – de repente, sou presenteada pelo Universo com um neto! Era sério isso mesmo? Transbordei de uma forma que não pensava ser possível.


No casamento, o ano começou com crises e, ao longo do ano, a coisa foi se tranquilizando, se acalmando, se fortalecendo. O respeito e o orgulho mútuo só crescendo. Em novembro faremos 20 anos de casados. E eu, que não planejava ficar nem dois anos com ele, aqui estou.


O vínculo se fortaleceu de tal forma com o anúncio da chegada do neto. Tanta coisa ganhou outra cor, outro valor, outra perspectiva...


O curso? Ah, o curso é um sucesso absoluto! Não tinha ideia se conseguiria dez ou quinze alunos quando lancei! Fechamos a turma com 90 alunos!! E a cada aula, o feedback é maravilhoso, incrível.


Tive percalços sim. Sabe, é incrível, mas parece que quando o teu avião tá decolando e alcançando a velocidade cruzeiro, surgem pedras (ou urubus) deus sabe de onde para tentar te derrubar. Como lidei com elas? Com a verdade! Com ética. Como as coisas se resolveram? Com acusações infundadas sendo provadas infundadas e com o meu lugar consolidado exatamente onde tinha que estar.


Meu trabalho com os meus clientes é um trabalho tão interessante! Eles chegam para eu trabalhar com eles coisas que estou (ou preciso) trabalhar em mim! E juntos, vamos crescendo. Dei de alta a alguns deles (porque eles estavam prontos para caminhar sozinhos) e, mesmo assim, eles preferiram continuar caminhando comigo. Outros partiram como resultado da terapia bem sucedida. Outros chegaram. E só ficam aqueles com quem os laços vão se aprofundando, com quem conseguimos afinar a conexão e manter a mesma linguagem, o mesmo idioma.


Perdas? Tive! Desafios? Ainda tenho! Sabia que não consigo dormir sem apoio de medicamento? Pois é . Compartilho isso aqui para que quem me lê saiba que eu sou uma pessoa normal, com problemas e desafios como todas as outras. Esse já dura mais de dez anos, e talvez será um obstáculo com o qual lutarei para sempre. Não sei! Mas sim, tenho desafios e vou lidando com eles de forma muito honesta, conforme eles surgem.


As pessoas que me amam me dizem: “Se reserve! Não fale da sua vida por aí! Isso causa inveja!” A questão é que compartilhar a minha vida não é me exibir, e sim dizer para quem está sofrendo que há outras formas, outras possibilidades, outros caminhos... Se eu me resguardar de falar das minhas alegrias e das minhas dificuldades para evitar inveja, vou deixar de dizer para quem me lê que outras vidas, outras verdades, outras possibilidades são possíveis.


Que crescer para dentro de si é a melhor forma de expandir pra fora.

Que a pre-menopausa não é o fim da vida e que (se você não tiver contraindicação médica) a reposição hormonal é salvadora.


Que dá para a gente descobrir uma paixão hoje e, se amanhã cansarmos dela, descobrir outra.


Eu estou descobrindo a paixão de dar aula. Sempre sonhei com fazer terapia em grupo e ter a minha comunidade porque... sabe como é: eu sou aquariana e eu sou esquisita mesmo. Esquisita, excluída, não aceita, todas as caricaturas que se vê por aí. E aí, quando lancei meu curso com o grupo no whatsapp, descobri que tem mais um monte de gente esquisita como eu buscando seu lugar no mundo.


Sabia que você não é único na sua dor? Sabia que, embora a sua dor seja única, existem outras pessoas vivendo o que você vive, com quem você pode compartilha-las?


Sabia que existe outra forma de ser e de existir, tão válida quanto a atual, e que a única que realmente não vale a pena é aquela que te distancia da tua essência?


Sabia que existe alguém nesse mundo que te acha lindo, maravilhoso, perfeito, do jeito que você é?


Pode parecer, mas você não tá sozinho ou sozinha. Pode parecer, mas esse momento vai passar (seja ele bom ou ruim). Pode não parecer, mas você tem uma missão aqui. Há algo que só você pode fazer e há uma diferença no mundo que, se não vier de você, não virá de mais ninguém.


Sabia disso?


Isso é verdade! E se você estiver duvidando da minha palavra, saiba que eu descobri recentemente que sou bruxa também (hahaha). Então, o que eu falo tem um toque da mão do “criador”, seja ele quem for.


Fica bem! Muito amor pra você!

Posts recentes

Ver tudo

2 Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

P.S. Entrei curiosa pra saber do Planner 2023, preciso organizar minha agenda de acordo com teu Planner Astrológico... estou deixando os clientes de molho até sair o Planner, hahaha

Like

E mais um texto incrível que chega na hora certa pra mim... gostaria de acreditar que essas dores só identificasse comigo mas sei que muitos(as) estão vivenciando esses momentos de baixa energética e isso, principalmente pra nós aquarianas, nos dói em dobro né. Mas não vou focar nas dores, feridas e fraquezas pois se tem uma coisa que aprendi com você (além de astrologia lógico, rsrsrs) é que "NÃO PRECISA SER ASSIM!" essa frase ecoa na minha mente, virou um mantra e isso tem me dado força. Eu hoje só tenho a agradecer a Deus primeiramente por ter colocado você na minha história e a você por ser essa mulher tão sensível (aquarianíssima sim mas só quem conhece a fundo…

Like
bottom of page