top of page

Ceres e sua importância para a Astrologia

No último post eu contei pra vocês um pouco sobre a Ceres mitológica. Agora, como aquela história nos ajuda a entender o asteroide Ceres e seu uso nos mapas natais?


Ceres e sua importância para a Astrologia

A Astronomia de Ceres


Primeiramente, uma correção: embora Ceres seja amplamente chamada de asteróide e embora se localize no cinturão Kuiper - um cinturão de asteróides localizado entre Marte e Júpiter - sua classificação astronômica foi revista em 2015, quando ela passou a ser considerada um planeta anão pela NASA. Isto porque "a sonda Dawn, da NASA, passou por lá em março de 2015, observando formações com material reflexivo, que poderiam ser sinais da presença de gelo ou sais. Apesar do fim da missão, os dados coletados pela sonda continuam fornecendo informações o suficiente para que os cientistas pudessem concluir que Ceres é - ou foi - um mundo oceânico, com reservatórios de água sob a superfície." (Fonte: https://canaltech.com.br/espaco/planeta-anao-ceres-e-geologicamente-ativo-e-possui-agua-abaixo-da-superficie-169671/#).


Ainda astronomicamente, um dia em Ceres dura 9 horas e 48 minutos (tempo que ela leva para dar uma volta completa sobre si mesma) e ela leva aproximadamente 4 anos e meio para dar uma volta completa ao redor do Sol - e, consequentemente, para transitar todos os signos do zodíaco.


Por que nos referimos a ela como asteróide (astrologicamente)?


Embora seja classificada como planeta anão, astrologicamente ela é lida como um asteróide. Por que? Porque ela se localiza no Cinturão de Kuiper e porque ela contem atributos que vemos nos asteróides, que incluem:

- ela funciona como uma ponte entre a consciência pessoal e coletiva

- ela possui regências associadas mas não é categorizada como regente de nenhum signo


Além disso, as determinações dos corpos celestes na Astrologia não estão necessariamente associadas às suas determinações astronômicas. Afinal, Plutão já foi perdeu status de planeta e passou a ser chamado de planeta anão na Astronomia há tempos, e nem por isso sua relevância ou poder foi revisto astrologicamente.


Ceres no mapa


Astrologicamente, Ceres está associada ao eixo Touro-Escorpião (o que faz sentido, visto que Plutão - seu maior antagonista - rege Escorpião), a Virgem (enquanto nutrição física) e a Câncer (enquanto nutrição emocional e amor incondicional).


Vimos, então, que o estudo de Ceres no mapa natal nos ajuda a compor informações dadas pela Lua (em termos de nutrição física e emocional), mas se diferencia desta visto que na Lua temos, ainda, a imagem interna que o nativo tem da mãe, enquanto em Ceres vemos somente questões associadas a cuidado e nutrição.


Uma Ceres relevante no mapa - em contato com os planetas pessoais, nos ângulos ou fortemente vinculada a Plutão - nos fala de alguém que vive e viveu em sua vida inúmeros ciclos de ganho, apego, perda, morte, renascimento - que é o ciclo que vemos com a história de Ceres e Perséfone. Ela era muito apegada a filha e vivia em função desta, em estado de êxtase absoluto. Até que vem Plutão, a sequestra, a conduz a comer a romã (que consuma o matrimônio) e, a partir disso, Ceres é obrigada a renunciar à alegria, felicidade, união, preenchimento e nutrição de ter sua filha a seu lado por parte do ano, para conseguir tê-la durante outra parte. Ceres vive em um constante processo de troca, de negociação onde ela precisa amar sabendo renunciar e perder, ainda que temporariamente.


As tarefas de desenvolvimento pessoal de quem tem Ceres em destaque no mapa

A pessoa com Ceres em destaque no mapa pode viver uma vida onde ela sente que, cada vez que ocorre algo que lhe traz imensa felicidade, ela pode vir a perder isso a qualquer momento.


Sua tarefa, então, é amar incondicionalmente porém com desapego, entendendo que aquilo que ama não é seu, e que pode sim lhe ser arrancado a qualquer momento, apenas porque a vida tem ritmos e razões que desconhecemos - ou seja, ela pode perder temporariamente o que ama sem ter qualquer culpa por essa perda.


Não há incondicionalidade maior do que aquela experimentada por Ceres em relação a Perséfone.


E, quando Ceres está diretamente envolvida com Plutão no mapa, não são só os ciclos de nascimento, morte e renascimento que ficam enfatizados, mas também que o dono do mapa não recebeu a nutrição que precisava. Essa pessoa, então, carente como ninguém, precisa ainda aprender a amar sem possuir.


Você tem Ceres em destaque no mapa? Se identifica com essa leitura? Me conta aqui!

0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page